Blog

As últimas novidades da AdF e alguns artigos relevantes da área de educação e psicologia

Discalculia: o que é e que estratégias adotar?

A British Dyslexia Association define a discalculia como a dificuldade em compreender conceitos e símbolos matemáticos. Sendo esta dificuldade sentida em conceitos de números simples e competências básicas de numeração, podendo haver dificuldade em aprender factos e procedimentos numéricos, na noção temporal, de quantidades, e a nível das noções com dinheiro. Esta perturbação afeta 3 Ler mais sobreDiscalculia: o que é e que estratégias adotar?[…]

Crianças e jovens deprimidos: causas e como identificar

Quando a tristeza vai além do normal, por um período de tempo prolongado (durante 2 semanas consecutivas pelo menos, quase todos os dias), denomina-se de depressão, segundo o DSM-V. A depressão pode ter diversas causas e origens: segundo a perspetiva biológica, pode ter uma origem genética (disfunção nos neurotransmissores) e/ou estar associada a anomalias/falhas cerebrais; Ler mais sobreCrianças e jovens deprimidos: causas e como identificar[…]

Dislexia: sinais de alerta e formas de ajudar

A dislexia é uma dificuldade específica na aprendizagem, com origem neurobiológica. Trata-se de um défice fonológico, que não é derivado de um mau ensino ou de outra dificuldade cognitiva, e caracteriza-se por dificuldades na correção e/ou fluência na leitura e ortografia. As crianças com dislexia têm dificuldade em compreender que a linguagem é formada por Ler mais sobreDislexia: sinais de alerta e formas de ajudar[…]

Como educar crianças mentalmente fortes

Amy Morin é a autora do livro “13 coisas que as pessoas mentalmente fortes não fazem“, que ajudou milhares de pessoas a desenvolver a sua força mental através de conselhos objetivos, específicos, e possíveis de colocar em prática. Mais recentemente publicou um artigo entitulado “As crianças mentalmente fortes têm pais que se recusam a fazer Ler mais sobreComo educar crianças mentalmente fortes[…]

Guia de Sobrevivência para o Tutor

O 2º período acaba de começar, as aulas regressam e retornam as sessões de tutoria também. Todos sabemos que acompanhar um aluno é uma experiência muito gratificante, mas a realidade é que também existem momentos mais difíceis. A pensar nisso, hoje trazemos algumas dicas da Líder de Escola Mariana Dias para dar alento a todos Ler mais sobreGuia de Sobrevivência para o Tutor[…]

Bem-vindo 2018! Estamos prontos!

“Ano Novo, vida nova”, sempre ouvimos dizer. Na AdF, desejamos a todos os voluntários e pessoas que apoiam esta causa um ano espetacular, cheio de boas vivências e aprendizados. Para nós, reafirmamos os nossos objetivos – ajudar crianças com dificuldades e proporcionar a melhor experiência aos nossos voluntários. E que juntos continuemos a distribuir sorrisos.

Estratégias para lidar com Crianças com Hiperatividade

A Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção (PHDA), usalmente referida como Hiperatividade,  é uma das problemáticas da infância e adolescência mais estudadas atualmente. As crianças com hiperatividade são frequentemente categorizadas por palavras como: “agitação, irrequietude, desorganização, imaturidade, relacionamento social pobre, inconveniência social, problemas de aprendizagem, irresponsabilidade, falta de persistência, preguiça, etc.”. Atualmente ainda existem inúmeras dificuldades em Ler mais sobreEstratégias para lidar com Crianças com Hiperatividade[…]

Métodos de estudo: a importância da personalização

A individualização e personalização do contacto com cada criança é algo de extrema importância para o seu desenvolvimento. O planeamento e execução de planos de estudos devem ser individuais, de modo a treinar competências específicas e a estabelecer rotinas. Da mesma forma, as metas e objetivos devem ser reformulados ciclicamente de acordo com a evolução Ler mais sobreMétodos de estudo: a importância da personalização[…]

Dia Internacional do Voluntariado – uma nota de agradecimento

Hoje celebra-se o Dia Internacional do Voluntariado! Muitos parabéns a todos os voluntários por este mundo fora!  Aos nossos, muito obrigado por fazerem parte desta família, por toda a dedicação e esforço, por todas as crianças que ajudam diariamente. Por serem o motivo de continuarmos a querer fazer mais e melhor. As palavras não são suficientes Ler mais sobreDia Internacional do Voluntariado – uma nota de agradecimento[…]